Tamanho do texto

A ejaculação precoce tem ligação com a secura vaginal? Conversamos com sexólogo e ginecologista para saber como os problemas podem ser superados

A ejaculação precoce e a secura vaginal são alguns dos problemas mais frequentes entre homens e mulheres quando o assunto é sexo e, recentemente, um leitor do Deles  nos enviou um questionamento sobre o assunto: segundo o homem (que prefere não ter sua identidade revelada), enquanto ele sofre de ejaculação precoce, a esposa tem secura vaginal . Afinal, os problemas têm relação? Podem ser solucionados? Segundo especialistas, sim!

Leia também: Pesquisadores descobrem como acabar com a ejaculação precoce em 5 minutos

A ejaculação precoce é um dos problemas sexuais mais comuns, sendo causada principalmente por causas psicológicas
Shutterstock
A ejaculação precoce é um dos problemas sexuais mais comuns, sendo causada principalmente por causas psicológicas


“A ejaculação precoce é um dos problemas sexuais mais comuns [entre os homens]”, afirma Celso Marzano, sexólogo, terapeuta sexual e urologista. De acordo com o especialista, esse problema ocorre quando o homem goza "muito rápido", deixando-o frustrado e, frequentemente, impedindo que a parceira ou parceiro tenha tempo de "chegar lá".

Respondendo à dúvida do leitor, o profissional revela que a ejaculação precoce e a secura vaginal são problemas que não têm relação entre si. Como a falta de lubrificação vaginal torna a penetração desconfortável tanto para a mulher quanto para o homem, a estimulação do pênis não é tão prazerosa e isso pode, inclusive, retardar a ejaculação (enquanto o excesso de lubrificação facilita a penetração e pode fazer o homem gozar mais rápido).

Sendo assim, é preciso pensar nas outras possíveis causas e soluções tanto para o homem quanto para a mulher.

O que é a secura vaginal e o que um homem pode fazer para ajudar?

A ejaculação precoce não tem ligação com a secura vaginal, mas o homem desempenha um grande papel na vida sexual da mulher que sofre com secura, por isso é recomendado que acompanhem as parceiras no médico para saber mais
shutterstock
A ejaculação precoce não tem ligação com a secura vaginal, mas o homem desempenha um grande papel na vida sexual da mulher que sofre com secura, por isso é recomendado que acompanhem as parceiras no médico para saber mais


O canal vaginal normalmente é uma área irrigada do corpo da mulher e, quando ela está excitada, a lubrificação aumenta ainda mais, para garantir uma penetração confortável. Porém, segundo Bárbara Murayama, ginecologista coordenadora da Clínica da Mulher no Hospital Nove de Julho, isso nem sempre é assim. Quando a mulher tem secura vaginal, o canal não fica devidamente lubrificado, algo que deixa mucosa mais fina e delicada.

Os principais sintomas desse problema são a dificuldade da penetração no sexo, ardência (seja durante a relação sexual ou ao longo do dia), coceira na vagina e até urgência para urinar. Segundo a ginecologista, para tratar a paciente, é necessário, antes de tudo, saber quais são as queixas dela, já que ela pode ter secura e não se incomodar com isso. Entendendo a queixa, é preciso chegar à raíz do problema, e há diversos fatores que podem causá-lo.

Segundo ela, um dos fatores que mais geram essa secura é a menopausa, período em que a produção de hormônios no corpo da mulher diminui, ocasionando a chamada atrofia genital. O ressecamento também pode acontecer como efeito de certos medicamentos que prejudicam a produção de hormônios ou por algo ainda mais simples: a falta de excitação sexual.

Para a principal queixa das mulheres, que é a dificuldade na relação sexual, Bárbara afirma que a maior parte delas é orientada a realizar uma terapia hormonal, para fazer com que as células se regenerem, produzam secreção e umidifiquem a área. Para as que não querem passar pela terapia, o mais indicado é recorrer lubrificantes íntimos à base de água ou hidratantes, mas sempre sob orientação médica.

Além das possibilidades de tratamento, o parceiro também exerce um papel importante nesse cenário. Segundo Bárbara, além de falar sobre o assunto ser essencial, é importante que o homem seja paciente, entenda que a parceira está passando por uma fase complicada e acompanhe-a nas consultas médicas para esclarecer as próprias dúvidas. No sexo, a profissional incentiva a caprichar nas preliminares, com muitos beijos, sexo oral e até elogios e provocações.

O que causa a ejaculação precoce?

O sexólogo Marzano explica que uma possível causa para a ejaculação precoce é o condicionamento do homem na cama
shutterstock
O sexólogo Marzano explica que uma possível causa para a ejaculação precoce é o condicionamento do homem na cama


Antes de entender a ejaculação precoce em si, Marzano afirma que é preciso pontuar que, em geral, "os gráficos de excitação do homem e da mulher são diferentes”. Isso significa que, para os homens, o intervalo de tempo que vai da excitação até o orgasmo costuma ser mais curto que o das mulheres. Quando a diferença é muito grande, porém, é preciso investigar.

É comum pensarmos que esse tipo de problema tem causas fisiológicas, ou seja, é fruto de algo errado com o corpo. No entanto, o especialista afirma que apenas 20% dos casos ocorrem por problemas físicos e que os outros 80% têm causas puramente psicológicas.

Segundo ele, a fimose e um “freio curto” no pênis são fatores que podem contribuir para o problema, já que aumentam muito a sensibilidade da região e ainda mais a excitação do homem. Marzano afirma que, para casos assim, o problema podem ser resolvidos com cirurgia.

Já as causas psicológicas costumam ter fundo emocional e de condicionamento, explica Marzano. Um exemplo é o alto grau de ansiedade, não só para o sexo, mas também em outras áreas da vida. Em muitos casos, o especialista explica que o homem pode ter sido condicionado a gozar rápido, até porque “antigamente, gozar rápido era sinal de virilidade”. De acordo com o terapeuta, a solução para estes casos pode ser medicação, orientação e terapia.

O especialista acrescenta ainda que, quando o homem é jovem, a ejaculação precoce é algo normal em razão da falta de experiência, menor controle sobre corpo, nível maior de ansiedade e confiança reduzida quanto ao desempenho sexual. No entanto, se tal comportamento se prolongar sem haver melhora na performance, é aconselhável passar por uma avaliação terapêutica.

Leia também: Entenda como jogar video game pode ajudar na ejaculação precoce

Como "driblar" a ejaculação precoce?

Para todos os casos, existe, sim, cura para a ejaculação precoce, através de tratamento psico e farmacoterapêutico, além de outros métodos e técnicas, como o
shutterstock
Para todos os casos, existe, sim, cura para a ejaculação precoce, através de tratamento psico e farmacoterapêutico, além de outros métodos e técnicas, como o "start-stop" e até ioga, com exercícios de respiração e relaxamento para o sexo


Além dos tratamentos médicos e terapêuticos, o especialista afirma que há algumas técnicas que podem ser usadas pelo homem para contornar o problema e eliminá-lo de vez da vida. Segundo ele, o método mais frequente é o de se distrair na hora do sexo, ou seja, pensar em algo que não seja necessariamente excitante durante a relação sexual para tentar retardar o orgasmo.

Outras técnicas usadas com frequência para lidar com a ejaculação precoce são a masturbação prévia (que fará com que o homem demore mais para chegar lá durante a relação) e cremes anestésicos. Segundo o especialista, porém, é preciso ter cuidado ao recorrer a esses métodos. "Se um homem se distrai muito durante a relação ou diminui a sensibilidade do pênis, há a possibilidade de acabar com uma disfunção erétil”, comenta.

De acordo com ele, tentar ter uma segunda ereção em seguida de uma ejaculação rápida pode não ser possível a partir de uma certa idade, a não ser que o homem espere bastante tempo. “É preciso trabalhar e desenvolver o autocontrole, e, para isso, o homem precisa se concentrar no sexo e no que está acontecendo com o seu corpo. Identificar os estágios do próprio tesão é o primeiro passo para poder controlar a ejaculação”, aconselha, reforçando que o homem precisa exercitar o auto relaxamento.

Uma das dicas para relaxar na hora do sexo é caprichar nas preliminares, que deixam os parceiros mais à vontade. Quando o assunto é posição sexual, Marzano afirma que não há regra, mas que algumas podem atrapalhar; segundo ele, alguns especialistas defendem que a clássica "papai e mamãe", por exemplo, faz o homem gozar mais rápido. Sendo assim, posições que "dificultam" a penetração, como a "de ladinho", podem ser uma boa ideia para mudar o "script" da transa.

Nesse momento, o homem pode se “descondicionar”, segundo o terapeuta sexual. Uma técnica famosa e que pode até contar com a ajuda da parceira é chamada de "start-stop" ("começa e para" em tradução livre). “O homem deve se masturbar e interromper os movimentos quando perceber que está prestes a gozar, ficando parado até que a sensação premonitória da ejaculação desapareça e, depois, reiniciar os movimentos. Dessa forma, o homem passa a reconhecer os sinais que antecedem o gozo”, explica.

Acredite ou não, a ioga também pode ajudar a solucionar o problema. “Exercícios de respiração ajudam no relaxamento e no controle emocional, diminuindo os batimentos cardíacos”, explica Marzano. Além disso, ele explica que também existe um exercício próprio para treinar esse tipo de controle chamado "mulabanda", que consiste na contração e relaxamento dos esfíncteres, como se estivesse "segurando o xixi". Isso fortalece os músculos que fecham o ânus e a uretra, importantes no controle da ejaculação.

Leia também: Pompoarismo para homens? Prática evita a disfunção sexual e aumenta o prazer

Se você já ouviu falar em tomar um banho frio ou uma bebida alcoólica para driblar a ejaculação precoce, saiba que, segundo Marzano, muito disso é mito. Uma ducha fria pode ser relaxante, mas não tem efeito direto sobre o problema, enquanto buscar relaxamento em um drique pode até exigir mais estímulos para chegar ao orgasmo, mas também compromete a ereção. Para o especialista, o anel peniano que costuma ser vendido em "sex shops" também não é indicado, pois pode machucar o pênis.

Tem dúvidas sobre sexo, sexualidade ou posições sexuais ? Entre em contato conosco pelo   sexo@igcorp.com.br  e nós traremos um especialista para respondê-la com sigilo total, assim como nesta reportagem sobre ejaculação precoce .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.