Tamanho do texto

O Deles conversou com três mulheres que atuam nesse ramo e elas falam o que os homens desejam, a experiência de sair com casais e o quanto faturam

Elas são procuradas para o sexo e para realizar desejos, porém não é só isso. As acompanhantes de luxo também fazem companhia, conversam, viajam e possuem uma relação mais íntima com seus clientes – que geralmente são homens com uma boa condição financeira. Vaidosas, educadas e comunicativas, ela trabalham para oferecer um prazer além do sexo e, claro, cobram caro por isso.

Leia também: O gozo é real? E o prazer? Atriz brasileira revela curiosidades da pornografia

As acompanhantes de luxo são mulheres que, além do sexo, oferecem outros tipos de serviços e cobram caro por isso
shutterstock
As acompanhantes de luxo são mulheres que, além do sexo, oferecem outros tipos de serviços e cobram caro por isso


Uma pesquisa realizada pelo site Gata Urbana indica que a maioria das acompanhantes de luxo possui um perfil parecido: são mulheres com cerca de 27 anos, morenas, de olhos castanhos, com uma média de 1,65 metro de altura e 57 kg. Um detalhe curioso é que muitas são do signo de Escorpião.

Os dados também mostram que boa parte das acompanhantes de luxo tem um pé tamanho 35, e isso é algo chama a atenção de vários homens que possuem fetiche por essa parte do corpo.

A pesquisa indica ainda que 57% das garotas se encontram apenas com homens, 43% também saem com mulheres e muitas também saem com casais para realizar fantasias a três ou praticar o voyeurismo (quando a pessoa sente prazer em ver o parceiro com outra).

Depoimentos das acompanhantes de luxo

As acompanhantes de luxo conversaram com o Deles e contaram detalhes de como é o trabalho delas nesse ramo
shutterstock
As acompanhantes de luxo conversaram com o Deles e contaram detalhes de como é o trabalho delas nesse ramo

Para saber como é a vida, a rotina e os serviços oferecidos pelas acompanhantes de luxo, o Deles bateu um papo com três mulheres que ganham a vida dessa forma. Elas contam como são os atendimentos, que tipo de homens procura por elas e quais as fantasias que desejam realizar. Confira os depoimentos :

Raquel Lopez, 32 anos (para os clientes diz ter 25 anos)

Raquel Lopez é uma das acompanhantes de luxo que falou ao Deles; na foto ela está em uma praia em Miami
Arquivo pessoal
Raquel Lopez é uma das acompanhantes de luxo que falou ao Deles; na foto ela está em uma praia em Miami


“Eu não comecei nesse trabalho porque estava passando dificuldade. Eu tinha um namorado, morávamos juntos e tinha uma ótima estabilidade financeira. Apenas quis unir o útil ao agradável, pois sempre fui viciada em sexo e poder transar, gozar e ainda ganhar dinheiro me pareceu interessante.

Não quis ser só uma garota de programa porque isso acaba te expondo a situações de risco, você trabalha em boates, esquinas e o cachê é inferior ao das acompanhantes de luxo.

Os homens que me procuram têm de 20 a 35 anos, acho que meu estilo atrai os mais jovens. O perfil físico dos homens que atendo é variado, mas quase todos são garotos de balada que fazem faculdade, gostam de cuidar do corpo e são solteiros.

Nem sempre eles buscam sexo. Muitas vezes querem que eu os acompanhe em festas, eventos, viagens, mas quando o encontro é mais privado, no meu flat, por exemplo, sempre rola sexo .

Eu também costumo viajar e, por conta do meu trabalho, já fui para Miam, Austrália, Nova Zelândia e Europa. Também costumo ganhar presentes, como um belo anel de diamante que um cliente de Miami me deu. Fora isso, meu faturamento mensal gira em torno de R$ 15 a 20 mil.

Sempre fui viciada em sexo e poder transar, gozar e ainda ganhar dinheiro me pareceu uma boa ideia

Quando saio com os clientes, chamo atenção pelo meu estilo tatuada e tal, tenho uma aparência mais jovem, praieira e meio surfista.

Mas as pessoas olham mesmo para mim quando eu saio com casais, que é minha especialidade. Essa é sempre uma experiência incrível porque, na maioria das vezes, a mulher quer se satisfazer, ou agradar o marido, ou gosta de ver o parceiro transando com outra mulher.

Também participo de orgias com casais que gostam de praticar o ménage e eles costumam escolher as acompanhantes de luxo pela nossa descrição.

Nesse tempo de trabalho, já tive namorados que aceitaram minha profissão, outros que saíram dessa vida – já fui casada com dois clientes – e no momento estou solteira.”

Yasmim sem mimimi, 28 anos

Ela tem esse nome no ramo das acompanhantes de luxo porque diz que gosta de ir direto ao ponto
Arquivo pessoal
Ela tem esse nome no ramo das acompanhantes de luxo porque diz que gosta de ir direto ao ponto


“Resolvi entrar nesse ramo das acompanhantes de luxo porque queria uma renda rápida e alta. Eu ganho bem, costumo faturar de R$ 6 a 9 mil por mês, mas tenho muitos gastos, pois preciso investir na minha imagem e publicidade. Acredito que a beleza e a qualidade do atendimento torna a acompanhante diferente da garota de programa e a chance de voar e ser bem sucedida é bem maior.

Os meus clientes variam muito, atendo homens de 18 a 55 anos, com perfis bem diferentes. Tenho clientes fixos que são super respeitosos, mas têm outros que são secos e frios. Por isso, sempre digo que alguns são bons de conhecer, mas outros só saio uma vez e está ótimo (risos). Atendo solteiros, casados e até casais em hotéis, motéis, restaurantes e onde mais me chamarem.

Teve um cliente me ligou às 3h da manhã e perguntou quanto eu cobrava para ‘cagar’ na boca dele

Ainda não tive que atender em um lugar inusitado, pois os clientes costumam vir até mim, assim consigo me organizar para trabalhar de segunda a sábado, das 14h às 22h.

Na sexta-feira, aos finais de semana e nos feriados prolongados eu costumo estender um pouco esse horário. O sexo quase sempre acontece, é difícil quando eles vem na minha casa e não tem.

Sei que esses homens procuram um serviço diferente do convencional, algo profissional, verdadeiro e sem decepções. Eu apresento tudo isso a eles e realizo todas as suas fantasias e vontades. Quando eles querem apenas uma acompanhante sou bem discreta e elegante, mas acabo chamando atenção. Tem clientes que são muito generosos e até presentes me dão, já ganhei uma moto, por exemplo.

Leia também: "Quero fazer sexo em um carro em movimento", diz a musa Débora Porto

Ah, mas eu não aceito tudo. Teve um cliente me ligou às 3h da manhã e perguntou quanto eu cobrava para fazer cocô na boca dele. Eu não aguentei e xinguei o cara. Ele pediu desculpas, disse que não era uma pegadinha, mas, sim, a vontade dele, só que não dá, isso é muito nojento e bizarro.”

Alice Lopes, 27 anos (para os clientes ela tem 25 anos)

Para Alice, as acompanhantes de luxo precisam ser vistas como profissionais que trabalham para atender desejos
Arquivo pessoal
Para Alice, as acompanhantes de luxo precisam ser vistas como profissionais que trabalham para atender desejos


“Optei por ser uma acompanhante de luxo devido às dificuldades do mercado de trabalho e pela facilidade de ter uma renda acima da média. Acredito que o mundo moderno já vê isso como uma profissão e, na verdade, é porque preciso ter rotina, perfil e saber lidar com os clientes. Eu proporciono momentos agradáveis às pessoas que estão em um cotidiano estressante, com problemas no trabalho, em casa e com a família.

Meu trabalho é o mesmo que o de uma garota de programa, mas é feito de forma diferente. Eu sou minha própria chefe, não dependo de boates, cafetões e ou de ficar na rua, eu seleciono meus clientes e concilio isso com minha vida social. Como acompanhante, sinto que os clientes pagam e valorizam mais o meu trabalho.

Também atendo alguns garotos virgens. Eles geralmente são mais tímidos, então eu faço o estilo namoradinha

Atendo homens de 19 a 70 anos. Tenho clientes solteiros, casados e viúvos. Eles costumam ser de classe média e alta.

Também atendo alguns garotos virgens. Eles geralmente são mais tímidos, então eu faço o estilo namoradinha, como se fosse a nossa primeira vez para deixar eles bem à vontade. No geral, meus clientes são homens de boa aparência, muito bem cuidados, mas que não querem conquistar uma mulher de forma tradicional.

Eu frequento bares, restaurantes caros, motéis e hotéis de luxo, faço passeios de lancha, viajo com o cliente. O homem que escolhe o local e eu estou sempre disponível para qualquer aventura que apareça. O local mais inusitado que atendo é na praia, porque tem um cliente que é casado e gosta que se encontrar lá, mas essa praia fica no meio do mato.

Alice é uma das acompanhantes de luxo que atende homens dos mais variados perfis
Arquivo pessoal
Alice é uma das acompanhantes de luxo que atende homens dos mais variados perfis

Toda vez que vamos nos encontrar, eu levo uma sacolinha com um lençol. Aí a gente entra numa moita e atendo ele na areia da praia. Mesmo sendo inusitado, acho engraçado e diferente. No começo foi assustador, mas hoje é bem gostoso.

Nos atendimentos, geralmente rola sexo, mas tem muitos clientes que querem só uma companhia, um bom papo, algo além do momento sexual, algo que não se limite a um dia de prazer. É uma relação mais de companheirismo, de amizade, tanto que alguns homens se tornam bem íntimos.

Costumo ganhar presentes caros desses homens como perfumes, joias, relógios, mas sei de alguns casos que as acompanhantes de luxo ganharam carro e até apartamento.

Quando saio para locais públicos, eu chamo atenção, é difícil não chamar, porque vamos a locais sofisticados, andamos em carros de luxo, mas quando o cliente pede para ser mais discreta, faço o perfil namorada.

Os homens não são muito exigentes, pois muitos não conhecem bem o serviço quando me procuram, mas sempre tem aquele que possui um desejo específico. Muitos têm fetiches e desejos ocultos que não conseguem realizar em casa. Sempre gosto de saber o que o homem gosta e eu me esforço para atender porque ele está pagando e precisa ter seu pedido atendido. No geral, eu considero um trabalho bem confortável de se fazer.

Leia também: Garoto de programa revela o que as mulheres realmente querem de um homem

Meu faturamento mensal varia, não tenho um salário fixo. Depende da época do ano e se estou atendendo em uma região turística, eu consigo faturar de R$ 6 a 15 mil por mês e sei que essa é a média geral de faturamento das  acompanhantes de luxo .”

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.