Tamanho do texto

Gostoso e barato. O hot dog, ou cachorro-quente, pode ser feito de várias maneiras. Para sair do básico, veja com incrementar seu "dogão"

Em muitos lugares, 23 de julho é dia do Hot Dog e convenhamos que é merecido um dia para saldar o famoso "dogão". Um dos lanches mais populares do mundo, o cachorro-quente é gostoso, prático de fazer e fácil de encontrar na rua. Com o tempo, o lanche foi ganhando complementos e o simples pão com salsicha hoje é uma refeição completa.

via GIPHY


Fala a verdade, ele não costuma ser sua janta quando seus pais ou esposa viajam e você fica sozinho? Também não é uma boa opção quando você quer comer na rua e não quer gastar muito? Em frente a estádio de futebol, na porta das faculdades, diante das baladas, em quase todo lugar há barraquinhas ou trailers que vendem o cachorro-quente .

Monte seu lanche

Para fazer o lanche em casa não tem mistério e nem precisa ser nenhum MasterChef. A essência é o pão com salsicha e os acompanhamentos vão a gosto do freguês. No Brasil, é comum usar maionese , catchup , mostarda e batata palha . Também vai bem com vinagrete e purê de batata, mas se acha que esse complementos já são um pouco mais complexos de fazer, calma que a gente te ensina as receitas.  Tente também fazer o nada convencional  cachorro-quente na assadeira .

+  Como fazer o purê de batata perfeito

Aprenda a preparar vinagrete de limão e salsinha

via GIPHY


Está cansado do tradicional? Saiba que é possível encontrar cachorro-quente com carne moída , feijão e até rodelas de abacaxi. Mas se isso é ousar muito, uma boa pedida é optar por um hot dog prensado. Existem lanchonetes muito bacanas com esse tipo de lanche. O bom é que não são muito caros e provavelmente sua gata não vai reclamar de ter ido comer essa evolução do tradicional cachorro-quente no primeiro encontro.

Como surgiu?

Agora você deve estar pensando: quem teve a brilhante ideia de colocar uma salsicha no meio do pão? Na verdade, ninguém sabe ao certo, porém existem duas versões. Uma diz que um dia de muito frio, um homem teve a ideia de colocar a salsicha dentro do pão em jogo de beisebol, em Nova York, para os torcedores não sujarem as mãos comendo só a salsicha.

via GIPHY

Outra versão diz que o comerciante Anton Feuchtwanger vendia, na Lousiana, salsichas quentes que os próprios clientes pegavam com a mão usando uma luva. Um dia, um padeiro fez um pão mais alongado e ofereceu para ele vender com as salsichas.

via GIPHY


Já o nome hot dog, segundo alguns registros, se popularizou com um açougueiro de Frankfurt, na Alemanha, que apelidou o lanche assim para homenagear seu cachorro da raça dachshund.

Competição

via GIPHY

Todos os anos acontece em 4 de julho – Dia da Independência nos Estados Unidos – uma competição, em Nova York, para ver quem consegue comer mais cachorro-quente em poucos minutos. O recorde foi batido em 2016 com o famoso competidor Joey Chestnut. Ele devorou 70 hot dogs em 10 minutos (você leu certo, ele comeu tudo em 10 minutos!). E você, consegue bater esse recorde?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.