Tamanho do texto

Processo de fabricação conta com etapa que quebra o glúten da cevada e, devido ao uso da mandioquinha, também não recebe adição de açúcar

O glúten está presente em farinha, pães, massas e outros tantos alimentos, e até em bebidas. Geralmente a cerveja conta com esse nutriente. A questão é que muitas pessoas são intolerantes a ele, sofrem de doença celíaca  ou simplesmente o cortam da alimentação. Pensando nisso, uma cervejaria teve a ideia de lançar uma cerveja artesanal  sem glúten  e que tem como um dos principais ingredientes a mandioquinha.

Marca desenvolve cerveja feita com bactérias vaginais de modelo tcheca

Cerveja Capitu lança cerveja artesanal sem glúten
Reprodução
Cerveja Capitu lança cerveja artesanal sem glúten


O juiz internacional de cerveja Frederico Ming afirma que a bebida preserva o sabor intenso da cerveja artesanal, e para a produção não é usado nenhum tipo de corante e nem conservante. “Para produzir a receita sem glúten, a cervejaria utiliza os mesmos ingredientes da fabricação belga, com itens tradicionais como maltes de cevada, lúpulos e levedura”, conta.

Fabricação

Frederico explica que no processo de fabricação  a grande diferença está em uma técnica que quebra o glúten da cevada. A cerveja é produzida a partir de um caldo que é fermentado e, assim, adquiri sabor e teor alcoólico. “Para que isso aconteça é necessária a ação de um fungo conhecido como levedura . Depois da fermentação, o fungo entra em estado de dormência e fica no fundo do recipiente, então é retirado o líquido que fica por cima e começa outro processo”, diz.

Após a ação da levedura, o líquido é passado para outro recipiente e, normalmente, o próximo passo é adição de açúcar à bebida. Porém, outra diferença dessa cerveja é que um dos principais ingredientes é a mandioquinha , que além de ser livre de glúten, torna desnecessária a adição de açúcar para realçar o sabor. “Esse alimento é uma fonte de carboidratos naturais e deixa a cerveja com um toque aveludado. A bebida fica seca, ou seja, o sabor não fica tanto tempo na boca”, fala o especialista.

Melhor digestão

Segundo Frederico, alimentos e bebidas que contém glúten possuem uma digestão mais lenta e pode deixar a pessoa com a sensação de inchaço. “A cerveja sem glúten possui uma digestão mais fácil se comparado com as bebidas tradicionais”, afirma.

Descubra mitos e verdades sobre a cerveja

Composição

Frederico lembra que os principais ingredientes para a fabricação da bebida sem glúten são mantidos e ressalta que para ser considerada cerveja, a Legislação brasileira exige que 60% da composição seja de malte de cevada e apenas 40% seja de outros alimentos. Além da mandioquinha, as cervejarias costumam utilizar como ingredientes o trigo, o centeio, o milho e o arroz e diversos grãos.

Nossa repórter Francine Olivieri, grande apreciadora da bebida, experimentou essa novidade e aprovou o resultado: "Essa cerveja artesal é leve e suave, mas intensos.  Muito refrescante e fácil de beber, consegue agradar paladares diversos. Delicada e rica em aromas frutados, tem um intenso sabor maltado no final", avalia ela.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.