Tamanho do texto

A alimentação afeta aspectos físicos em geral, como cabelos, unhas e a oleosidade da pele; entenda como ela influencia na qualidade do sêmen

Enquanto alimentos muito gordurosos podem desencadear aumento na oleosidade da pele e a baixa ingestão de ferro pode ocasionar queda de cabelo, a alimentação também pode influenciar a produção e a qualidade do esperma.

Leia mais: Cevada nos cabelos ajuda no crescimento e volume dos fios

Produção do esperma pode ser afetada pela ingestão exagerada de alimentos gordurosos e açúcares
Shutterstock
Produção do esperma pode ser afetada pela ingestão exagerada de alimentos gordurosos e açúcares

Um esperma de melhor qualidade, segundo a nutricionista Chris Castro, é aquele que tem uma produção adequada de espermatozoides (entre 100 e 200 milhões por dia). Essa produção, por sua vez, está diretamente relacionada a algumas substâncias como o zinco e os antioxidantes.

Produção do sêmen

Chris explica que os radicais livres presentes no organismo atacam constantemente as moléculas de oxigênio nas reações metabólicas do corpo, como a produção do sêmen . Porém, o excesso dessa oxidação enquanto o esperma é produzido pelas células testiculares pode prejudicá-lo. “Esse estresse oxidativo pode levar à diminuição da capacidade fertilizante do sêmen”, esclarece ela.

Já a importância do zinco está em uma enzima encontrada nos testículos que depende da substância para funcionar corretamente. “Estudos têm mostrado que ratos com dietas deficientes em zinco têm uma menor atividade dessa enzima nos testículos, acompanhados de uma menor produção de sêmen”, diz a nutricionista.

O que comer?

Além da Pitaya ser um ótimo antioxidante, ela também ajuda a melhorar a aparência da pele
Shutterstock
Além da Pitaya ser um ótimo antioxidante, ela também ajuda a melhorar a aparência da pele

As substâncias necessárias para o combate aos radicais livres no organismo são aquelas presentes nos chamados alimentos antioxidantes . É possível encontrar substâncias antioxidantes em alimentos como o pepino, o azeite de oliva, na aveia e em algumas frutas, como a pitaya vermelha .

Em termos de quantidade, é indicado o consumo de, no mínimo, cinco porções de frutas ou vegetais que contenham antioxidantes por dia. A pitaya, por exemplo, apesar de exótica e ainda pouco conhecida, pode ser encontrada nos mercados em forma de creme. Já o azeite pode ser usado como tempero de saladas e a aveia tem cara de café da manhã. 

O consumo de zinco indicado para homens é o de 11 mg por dia e, segundo Chris, é possível encontrar até 75 mg da substância em 100 g de ostras. Além delas, o zinco também está presente em alimentos como frango, leite, amendoim, entre outros.

Leia mais: Desempenho sexual pode ser afetado pela alimentação? Entenda

Creme de pitaya pode ser consumido puro, com cereais ou usado em preparos de bebidas
Divulgação/Frooty
Creme de pitaya pode ser consumido puro, com cereais ou usado em preparos de bebidas


O que deve ficar fora do prato?

A saúde, de forma geral, é prejudicada pela alimentação desbalanceada. No caso da produção de esperma, a especialista cita o consumo elevado de açúcares, frituras e álcool em conjunto com a baixa ingestão de frutas, verduras e água como práticas prejudiciais para a geração do esperma.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.