Tamanho do texto

As imagens, que não são explícitas, foram postadas para divulgar calendário beneficente. Para eles, o problema é que a nudez masculina não é bem vista

O Instagram está sendo acusado de sexismo por jovens de uma universidade britânica. Os rapazes fazem parte do Warwick Rowers, clube de remo da instituição, e tiraram fotos nuas para um calendário beneficente, mas tiveram a conta suspensa ao postarem as imagens no Instagram. Os estudantes alegam que as fotos não são explícitas e acreditam que a nudez masculina é vista com mais rigidez do que a feminina. Com a repercussão, conseguiram a conta de volta.

Leia também: Sem roupa! Mulher cobra R$ 175 por hora para fazer faxina totalmente nua

Os jovens do clube de remo Warwick Rowers apostam na nudez para elaborar um calendário beneficente
Reprodução/Twitter
Os jovens do clube de remo Warwick Rowers apostam na nudez para elaborar um calendário beneficente


Fazer esse calendário já é uma tradição do clube. Os Warwick Rowers já arrecadaram muito dinheiro com isso na última década e todo o valor é revertido para instituições de caridade. As fotos de nudez dos jovens foram divulgadas no Instagram ganharam inúmeros fãs, mas foram censuradas e isso gerou revolta.

A maioria dos rapazes é heterossexual, mas as imagens atraíram um grande número de seguidores LGBT para a página e, por isso, foi decidido que parte do valor arrecadado com a venda dos calendários seria doada ao Sport Allies, uma organização que trabalha para lutar contra a homofobia nos esportes através da educação e apoio de jovens atletas LGBT.

Leia também: Modelo bomba no Instagram com fotos nuas (ou quase) em locais paradisíacos


A insatisfação foi manifestada 

A equipe utilizou o Twitter para anunciar que a outra rede social deles tinha sido suspensa sem aviso prévio e que, antes disso, uma série de postagens foi excluída. "Como você deve ter notado, nossa conta no Instagram foi permanentemente desativada sem qualquer motivo e não fomos comunicados disso. Esperamos que isso seja um erro e que eles nos permitam voltar à plataforma para continuar divulgando nossa mensagem", escreveram os rapazes.

Em uma carta aberta publicada no veículo “The Times”, a equipe de remo critica essa rede social por permitir imagens provocativas de mulheres enquanto consideram que as fotos deles violam as diretrizes de nudez que proíbem fotos de “relações sexuais, genitais e closes de nádegas nuas”.


Leia também: Marido faz ensaio sensual como presente para mulher e vira hit; você faria?

“Contas que apresentam níveis semelhantes de nudez feminina, muitas vezes apresentadas de uma maneira muito mais sexualizada e exploradora do que as imagens dos Warwick Rowers, são deixadas em paz para [seus administradores] postarem o que quiserem”, disseram os jovens, que também agradecem toda essa repercussão, pois através dela conseguiram recuperar a conta do clube no Instagram.

    Leia tudo sobre: Instagram
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.