Tamanho do texto

Prepare o coração para afogar as mágoas e confira estas dicas para encarar o momento da sofrência. Acredite, logo logo isso passa

Que atire a primeira pedra quem nunca sofreu de amor. Terminar uma relacionamento ou ter um amor não correspondido é algo tão comum que diversas músicas são inspiradas nestas histórias. O melhor (ou pior) é que elas parecem que foram feitas justamente para aquele momento difícil que você está passando. E verdade seja dita, quando o coração aperta, apelar para uma playlist de sofrência, muitas vezes, é a primeira opção.

Escolha a música e curta a sofrência
Pinterest
Escolha a música e curta a sofrência


Música e tesão: playlist para esquentar o clima e curtir muito com ela

O psicólogo e psicanalista Roberto Torres Junior conta que, em linhas gerais, o momento da sofrência  pode se manifestar com sintomas de estresse e causar reações biológicas e psicológicas em que o corpo sai da homeostase (funcionamento equilibrado). Tais sintomas podem revelar o grau de sofrimento que o homem teve com a perda afetiva. "Pode estar mais irritado, comer de mais ou de menos, ter pouco ou muito sono, falta de animo e raiva excessiva em situações do cotidiano”, lista o especialista.

Nesses casos, uma playlist recheada vira uma grande aliada. Segundo Roberto, escutar músicas como as de sofrência  é uma forma extravasar o sentimento.

+ Trilha sonora a dois: o que ouvir, do que fugir

O psicólogo afirma que as músicas fazem as pessoas reviver o que passaram e pensar no que aconteceu de errado. Também podem encorajar a dar a volta por cima. “É um momento de compreender o que aconteceu, os erros e acertos que cometeu, suas fantasias e desejos realizados ou não”, afirmaRoberto.

Trilha sonora ideal

Está sofrendo e quer uma trilha sonora para este momento? Temos uma lista de baladas para você afogar as mágoas! 

Para começar, pegue seu fone e prepare o lencinho, mas se acha que “ Homem não chora ”, comece ouvindo esse clássico da sofrência interpretado por Pablo .

Agora se você é daqueles que coloca o som no último volume, cuidado para os vizinhos não se incomodarem e chamarem o “Seu Polícia” , como na música de Zé Neto e Cristiano .

Bom, mas se você tem esperança dela voltar e, enquanto isso, o copo de cerveja é sua melhor companhia, afogue sua mágoa ouvindo “Até você voltar” de Henrique e Juliano .

Se não sabe por que ela passou a te tratar tão mal, lamente com a música “Que mal te fiz eu” de  Gustavo Lima . Agora se cansou de sofrer e não quer mais se sujeitar a nada, o hit mais indicado é “Pronto falei”, de  Eduardo Costa .

Foi trocado por outro, mas acha que ela vai se arrepender? Então, mude seus hábitos para esquecê-la e acredite que um dia ela vai ficar “Louca de saudade” , como na canção de Jorge e Mateus .

O problema é se declarar ? Deixe esse “Medo bobo” de lado e tome coragem com a música de Maiara e Maraisa . Mas se finalmente deu a volta por cima, mostre que está curtindo um arrocha na balada como sucesso de Lucas Lucco, “Vai vendo”

Recuperação total

O psicólogo alerta que as músicas ajudam a aliviar a tensão em um momento de sofrimento, mas quando essa fase não é superada, é preciso procurar um profissional. “Acreditamos que no relacionamento todas as nossas dificuldades, faltas e vazios serão superados ou preenchidos e quando terminamos parece o fim. A música pode ajudar na ‘sofrência’, mas é preciso realizar atividades sociais para superar essa fase”, completa Roberto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.