Tamanho do texto

Depois de dedicar mais de dez anos aos negócios da família, ele percebeu que faltava um filho para que pudesse se sentir um homem completo

O norte-americano Tom Garden passou toda a vida adulta dedicando-se aos negócios da família e, aos 40 anos, percebeu que faltava um filho para que pudesse se considerar um homem completo. No entanto, como estava solteiro, acreditava que isso seria um obstáculo para realizar o sonho. Até que a mãe de Tom sugeriu que ele procurasse uma clínica de fertilização in vitro. 

Leia também: Pré-natal emocional ajuda pais a se prepararem para a chegada de um filho

Processo de fertilização in vitro foi solução encontrada por norte-americano que sonhava em ser pai mas era solteiro
Reprodução/Facebook
Processo de fertilização in vitro foi solução encontrada por norte-americano que sonhava em ser pai mas era solteiro

Tom não sabia, mas com a fertilização in vitro seria possível ser pai mesmo sem uma parceira. O único requisito era conseguir uma doadora de óvulos e alguém que aceitasse gerar a criança, como uma barriga de aluguel. 

Apesar de parecer simples, o processo não foi fácil. Por ser judeu, a exigência de Tom era que a doadora fosse israelense. Depois de muita procura e conversa, ele conseguiu uma doadora e conheceu Nicole, mãe que quatro filhos que aceitou servir como barriga de aluguel para ele. "Eu me tornei muito amigo dela, não imaginava que poderíamos ser tão próximos”, diz ao site do programa norte-americano "Today". 

Leia também: Pai decide fazer aulas de balé com a filha para ficar mais tempo com ela

No final do ano passado, o Joseph veio ao mundo e realizou o sonho de Tom de ser pai. Para ajudá-lo nessa nova fase, ele contratou uma doula, que acompanhou os primeiros meses do bebê, para ensiná-lo tudo que precisava saber sobre o cuidado com  crianças. Tom conta que Nicole a doula foram essenciais para que ele pudesse exercer a paternidade de forma mais confiante. "Por conta delas eu me tornei capaz de cuidar de Joseph", fala o pai solteiro.

Tom contratou uma doula para ensinar e ele tudo sobre os cuidados que um recém-nascido exige
Reprodução/Facebook
Tom contratou uma doula para ensinar e ele tudo sobre os cuidados que um recém-nascido exige

Tom comenta que ainda tem seis embriões em armazenamento para que possa ter outros filhos. "Meu plano é ter uma criança todos os anos até ter pelo menos quatro", revela. Ao ser questionado sobre contar ou não aos filhos que eles são resultados de um procedimento artificial, Tom diz que não pretende omitir e será honesto com as crianças. "Eles são muito especiais e estão aqui porque seu pai os ama e os quer", finaliza. 

Leia também: Pai faz post comemorando trocador de bebê em banheiro masculino e viraliza

Paternidade tardia

O  médico responsável pelo processo de fertilização in vitro, Thomas Molinaro, comentou sobre a paternidade tardia – como a de Tom. De acordo com ele, a maioria dos homens solteiros acredita que é tarde de mais para se tornarem pais ou pensam que sem uma parceira a paternidade é algo impossível. "A realidade é que histórias como a de Tom não são comuns", comenta. Desse modo, Tom surge como uma inspiração para todos os homens que sempre sonharam em ser pais, mas acharam que seria impossível. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.