Tamanho do texto

Andy Whelan perdeu a filha de 4 anos para a doença e a imagem de dor serve como um alerta, pois muitas crianças que sofrem com isso e não são tratadas

A cabeça está jogada para trás, a feição do rosto é de dor e choro, uma sonda está colocada no nariz para mantê-la alimentada e as veias estão visivelmente à mostra. Na forte imagem está a pequena Jessica Whelan, de quatro anos, semanas antes de morrer de um câncer que se espelhou pelo corpo. A foto foi divulgada pelo pai para chamar atenção para o problema e comoveu os internautas.

Leia também: Pai faz post emocionante listando as 10 coisas que aprendeu com a morte do filho

O pai de Jessica Whelan quis mostrar como é a triste realidade de uma criança que sofre de câncer
Reprodução/Facebook
O pai de Jessica Whelan quis mostrar como é a triste realidade de uma criança que sofre de câncer


“Ao rever as imagens dela com câncer , percebi o poder dessa foto e decidi publicá-la na página do Facebook de Jessica para mostrar aos seus seguidores o verdadeiro rosto dessa doença, o rosto que nos tornamos cada vez mais acostumados a ver naqueles meses finais”, relata o pai Andy Whelan ao portal britânico “The Independent”.

A família foi rapidamente inundada com mensagens de apoio. “Algumas dessas mensagens foram recebidas de pessoas que sofreram situações similares a da nossa família e agradeceram a nós por termos mostrando esse lado de uma doença que muitas vezes não é mostrado”, afirma Andy. Para ele, toda essa reação provou o poder e o efeito de uma imagem tem.

Paixão pela fotografia

Andy conta que depois que Jessica foi diagnosticada com a grave doença começou a fotografar para se distrair. “Eu era capaz de utilizar a fotografia quando eu precisava fugir e limpar minha cabeça, era algo que eu poderia estudar nos livros durante as longas internações hospitalares”, lembra.

Leia também: Pai surpreende ao fazer post com "regras" para futuros pretendentes das filhas

Bom, mas você deve estar achando o pai muito sague frio por fotografar um momento de tanta dor e ele explica que isso foi inevitável devido ao avanço da doença. “No início, as imagens deveriam mostrar ela feliz e, mais tarde, o que ela passara, mas isso mudou à medida que a doença se espalhou”, expõe. A maioria dos registros foi de momentos bons, mas, no final, a doença consumiu demais a garotinha.

Trabalho voluntário

Depois que perdeu a filha, Andy decidiu continuar a fotografia e usou a nova habilidade para realizar um trabalho de caridade no “World Child Cancer”. Tirou fotos de crianças com roupas de diferentes profissões, mostrando que todas merecem sonhar com um futuro. A principal reinvindicação dele é com a falta de acesso a tratamentos médicos que muitas crianças sofrem em países em desenvolvimento.

Todos os anos, 300 mil crianças são diagnosticadas com câncer em todo o mundo. Mas uma criança com câncer em países de alta renda possui 80% de chances de sobrevivência. No mundo de baixa renda, há casos em que essa porcentagem cai para 10%.

Leia também: Pai faz sucesso após tirar fotos engraçadas com a filha e postar em rede social

“Quando me enviaram informações sobre falta de tratamento e financiamento para crianças em países em desenvolvimento, fui levado de volta à dor que Jessica sofreu e à impotência que senti como um dos pais observando ela suportar essa doença”, fala o pai.

Ele espera que a forte imagem que publicou da filha e o trabalho voluntário que vem desenvolvendo ajude a dar voz para essas famílias que sofrem por não ver alternativas para salvar as crianças com câncer.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.