Tamanho do texto

Segundo sommelière, como essas cervejas têm sabor mais complexo que as fabricadas em massa, não há necessidade de tomá-las tão geladas

A cerveja está entre as bebidas alcoólicas mais populares do mundo e, no Brasil, ela é realmente uma paixão. Nos comerciais elaborados pelas marcas, geralmente a bebida é associada ao verão, mostrado pessoas apreciando a cervejinha em dias ensolarados na praia, mas e quando chega o inverno? Tem como apreciar uma "gelada" no frio? Segundo especialista, a resposta é "sim", e a dica é apostar nas cervejas artesanais.

Leia também: Sabe tudo sobre a bebida? Descubra mitos e verdades sobre a popular cerveja

Sommelière da rede Mestre-Cervejeiro.com dá dicas de cervejas artesanais para você apreciar durante dos dias frios
Shutterstock
Sommelière da rede Mestre-Cervejeiro.com dá dicas de cervejas artesanais para você apreciar durante dos dias frios


Segundo especialista, não há motivos para evitar a cerveja no frio. “Como cada pessoa possui uma memória gustativa diferente, é possível encontrar cervejas artesanais com aspectos sensoriais distintos. A gama de possibilidades é imensa, por isso, se adequam aos mais diversos paladares”, afirma Gabrielle Demozzi, sommelière do site "Mestre-Cervejeiro.com".

As variações dessa bebida são muitas e, para o frio, apostar em versões artesanais pode ser uma boa ideia. Isso porque, segundo a especialista, as cervejas fabricadas em massa não são tão saborosas e, por isso, é indicado apreciá-las quando estão geladas apenas para refrescar, enquanto as artesanais não precisam ser consumidas em temperaturas tão baixas.

Dicas de cervejas artesanais

Apesar de dar dicas de versões da popular bebida que caem bem no frio, Gabrielle afirma que, nessa hora, não é preciso deixar o gosto e as preferências pessoais de lado. Confira opções para tornar os dias frios mais aconchegantes e saiba como harmonizá-las:

1. Tupiniquim Pecan

Segundo Gabrielle, esta cerveja gaúcha da Tupiniquem é escura, intensa, complexa e tem presença marcante de noz pecan tanto no paladar quanto no aroma. Conforme explica ela, a bebida combina com queijo gorgonzola, alcatra assada, e, para a sobremesa, petit gateau.

2. Chaparrita

Esta bebida paranaense da Ogre Beer mostra como cervejas sem álcool também são indicadas para o inverno. “Ela é uma witbier, ou seja, uma cerveja leve, mas que leva pimenta em sua receita, tornando-a uma ótima opção para os dias frios”, diz Gabrielle. Algumas sugestões para harmonização são camarão ao bafo, bolinho de aipim com carne seca e frango grelhado.

Leia também: Homem emagrece mais de 7 kg em um mês com dieta de apenas torta e cerveja

3. Barley Wine

“Já a Barley Wine, da Dádiva Status Quo, é maturada em carvalho francês com adição de coco e é considerada uma cerveja de guarda, em que os aromas e sabores melhoram com o tempo, conferindo-lhe uma validade de dez anos”, explica a especialista. Apesar de ter "wine" ("vinho" em português) no nome, a especialista explica que ela não leva a bebida de uva na receita, e sim porque tem alto teor alcóolico. Algumas sugestões para harmonização são costela, bolinho de feijoada e pudim de leite.

Leia também: Cerveja feita de forma artesanal e sem glúten? Sim, isso existe e já testamos

4. Carvoeira

Outra indicação é a Carvoeira, uma Imperial Stout da Lonh Bier, de Santa Catarina. Com funghi secchi e cumarú na receita, a bebida fica mais densa e complexa, com aromas e sabores amadeirados e de baunilha. Algumas sugestões para harmonização são talharim ao funghi, pizza de quatro queijos e chocolate amargo. Seguindo essas dicas fica fácil escolher qual das  cervejas artesanais é ideal para você apreciar no inverno. Bora beber?!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.