A pessoa fica em um tanque com temperatura de 128°C negativos e isso ajuda a manter os músculos e perder até 800 calorias em apenas três minutos

Você se submeteria a um tratamento no qual precisaria ficar em um tanque com temperatura abaixo de zero sem roupa? Pode parecer loucura, mas não precisa ser nenhum super-herói para encarar o procedimento. Recentemente, o ator Hugh Jackman foi visto fazendo uma sessão desse tratamento, a crioterapia.

Leia também: Como trincar o abdômen? Personal de David Beckham ensina

Hugh Jackman diz que um dos segredos para manter o corpo é a crioterapia
Divulgação
Hugh Jackman diz que um dos segredos para manter o corpo é a crioterapia


Conhecido por interpretar o famoso mutante Wolverine, o ator está sempre com o corpo em forma e revela que um dos segredos para manter os músculos é justamente essa nova tendência da área da estética e da saúde: a crioterapia .

Embora os tratamentos envolvendo temperaturas de congelamento já existem há séculos, houve um recente aumento na popularidade dessa técnica, pois diversos especialistas acreditam que ela proporciona muitos benefícios para a saúde.

Como funciona?

Segundo informações do portal britânico “Daily Mail”, a crioterapia é um tratamento restaurador e terapêutico usado para administrar a dor, alisar a pele e auxiliar a perda de peso. O termo vem do grego e significa “cura fria”.

Essas técnicas geladas existem há anos, tendo registros desde o século XVII. Os atletas, por exemplo, há muito tempo entram em banhos gelados ou usam pacotes de gelo para ajudar na recuperação e aliviar as dores musculares.

Leia também: Ex-policial perde 23kg em um ano com aplicativo de dieta dos pontos

Por outro lado, a técnica envolvendo o corpo inteiro foi originalmente desenvolvida no Japão, em 1978, para o tratamento da artrite reumatoide. Jackman foi visto realizando justamente esse tratamento. A foto mostra o ator em um tanque com névoa e luzes intermitentes.

The (disco) lights and music are there to distract you ... or me ... from the -211 conditions. It worked! #Cryotherapy

A post shared by Hugh Jackman (@thehughjackman) on


Os tanques chegam a 128°C negativos e usam vapor de nitrogênio criogênico para isso. O problema é que mesmo possuindo benefícios, o tratamento costuma ser caro, chegando a custar de US$50 a US$ 100 por sessão (aproximadamente de R$ 165 a R$ 331).

Por que é bom para o corpo?

O tratamento estimula a resposta do corpo ao frio, reduzindo o inchaço e a inflamação, por isso, os atletas costumam usar o tanque. “Quando você entra em uma área de frio, os vasos sanguíneos na pele se fecham e o sangue volta ao núcleo. Lá, o sangue é reoxigenado. Quando você entra em um clima mais quente, esse sangue corre para trás e você se sente revigorado”, explica diretor atlético da Universidade de Missouri , Rex Sharp, ao jornal inglês. 

As temperaturas congelantes dos tanques ajudam a aumentar a circulação sanguínea limpando as toxinas, como o ácido lático, do corpo. Esse processo ajuda a regeneração muscular e da pele, sendo uma terapia perfeita para a recuperação de atletas e pessoas que sofreram lesões musculares.

Leia também: Após frustração em férias, homem emagrece 63 kg jogando videogame

Estudos anteriores mostraram que o frio extremo também pode estimular o corpo a queimar depósitos de gordura e alguns afirmam que os tanques podem queimar até 800 calorias em apenas três minutos. E você, ficou convencido? Teria coragem de enfrentar uma sessão congelante de crioterapia para deixar o corpo em forma?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.