Tamanho do texto

Por um fim em um relacionamento é complicado, muitas vezes o casal já está junto há anos ou já tem filhos. Saiba como lidar com isso e tomar um decisão

Terminar qualquer tipo de relacionamento não é fácil, imagina pedir um divórcio. Essa é uma situação delicada que pode causar muitos conflitos entre os casais, fora que além das questões emocionais, ainda é preciso resolver as burocracias judiciais.

Leia também: Pais superam o preconceito e optam por ficar em casa para cuidar dos filho

Homens contam o que os motivou a fazer o pedido de divórcio
shutterstock
Homens contam o que os motivou a fazer o pedido de divórcio


Os homens costumam ter mais dificuldade em lidar com esse problemão que é o divórcio, pois de acordo com um estudo feito pela Universidade de Stanford, cerca de 70% dos pedidos de separação nos Estados Unidos é iniciado pelas mulheres.  

Se você está pensando em pedir a separação e não faz ideia de como fazer isso, não se desespere! A revista americana “Women’s Health” conversou com alguns homens e eles contaram como foi a experiência que tiveram.

Quando envolve filhos

O primeiro é Grant J.. Ele afirma que toda separação é complicada, mas a dele foi especialmente difícil por ter dois filhos: “Quando você tem filhos, você nunca pensa que haverá um ponto final, pois acredita que criará a criança junto com sua esposa”.  

Grant brigava demais com a mulher e eles buscaram um aconselhamento, porém meses se passaram e nada mudou. “Pedi um tempo e depois a separação . Foi amigável. Eu tive esperança e aguentei por um longo tempo, mas chega uma hora que você percebe que por mais que ambos tentem as coisas não vão melhorar”, relata.

Quando a relação é de muitos anos

No primeiro ano da faculdade, Alex Y. começou um relacionamento com a ex-parceira e após 14 anos justos resolveram dar um tempo. “Pedi o divórcio e cerca de um mês depois ela me disse que já estava se envolvendo com outra pessoa. Estávamos na nossa casa antiga e começamos a chorar muito. Foi um dos piores dias da minha vida, mas foi o melhor para nós dois”, conta.

Leia também: Guarda compartilhada: entenda a luta de pais por mais convivencia com filhos

Quando se é traído

A história de Bryant P. foi mais complicada, pois envolveu uma traição . “Minha ex-mulher teve um caso com um colega de trabalho. Eu queria tentar continuar a relação e seguir em frente, mas não podia. Sempre seria um problema para mim, mesmo que ela tivesse confessado o que fez, eu sempre ficaria com aquele remorso”, expõe. Em uma manhã, quando o homem estava na cama com a mulher, tomou coragem e pediu a separação.

Quando se é traído é difícil manter uma relação
shutterstock
Quando se é traído é difícil manter uma relação


Quando envolve problemas de saúde

A esposa de Adam X. lutava contra problemas de saúde mental antes mesmo de conhecê-lo, mas ele garante que não se importou com isso e estava disposto a ajudá-la. “Cinco anos depois do nosso casamento, ela começou a se recusar a obter a ajuda que precisava e começou a se automedicar. Ficamos mais um ano juntos, mas ela recusava a receber qualquer tipo de auxílio”, diz.

Diante dessa situação, resolveu pedir a separação e a reação a ex-mulher não foi das melhores. “Queria que ela se tratasse, porque eu a amava, e ainda a amo. Eu também não queria ser o cara que desistiu de uma pessoa porque ela estava doente, mas tudo tem um limite”, desabafa Adam.      

Quando o homem é infiel  

Assim que o amor acaba fica difícil sustentar uma relação. “Eu sou um idiota completo e enganei minha esposa. Eu me apaixonei por outra mulher. Sei que era a pior coisa que eu poderia fazer em um relacionamento, mas já faltava alguma coisa entre nós há um longo tempo. Disse a minha ex-mulher o que aconteceu e pedi o divórcio”, revela Kevin H..

Durante o processo de separação, ela tentou tirar tudo dele, mas Kelvin não ficou com raiva porque acredita que teria feito o mesmo se estivesse na posição dela.

Leia também: Desespero, ansiedade, morte: como os problemas financeiros afetam a saúde mental

Bom, deu para perceber que os motivos que levam ao divórcio são bem variados e o melhor momento para o rompimento é quando você vê que a relação não tem mais salvação. O ponto crucial é que só você pode chegar a essa conclusão, então coloque tudo em uma balança e veja se ainda vale a pena tentar salvar o relacionamento.

    Leia tudo sobre: amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.