Tamanho do texto

Ao perceber que mal tinha forças para andar, o jornalista Jorge Bentes mudou de vida e perdeu 81 kg em um ano com dieta e exercícios físicos

“Se eu continuasse daquele jeito, em pouco tempo, perderia a saúde e com certeza morreria”. Foi esse pensamento que fez o jornalista Jorge Bentes dar adeus ao sedentarismo e enfrentar um dos maiores desafios de sua vida. Ele conta ao Deles como foi todo o processo para conseguir eliminar 81 kg em um ano seguindo uma reeducação alimentar e fazendo atividade física. Os benefícios que teve foram refletidos no corpo e também o ajudou a superar a baixa autoestima que o acompanhou por anos devido a obesidade.

Leia também: Dicas para emagrecer - 12 alimentos que ajudam a perder peso

Cansado de sofrer com a obesidade, jornalista muda de vida e perde 81 kg em um ano
Arquivo pessoal
Cansado de sofrer com a obesidade, jornalista muda de vida e perde 81 kg em um ano


O que mais pesou para Jorge não foi o simples fato da aparência o incomodar, mas, sim, as limitações que a obesidade estava causando na vida dele. “Hoje em dia se fala muito em empoderamento sobre o corpo que temos. Ok! Acho válido, mas existe um limite e esse limite é a saúde. Foi meu caso. Percebi que mal conseguia caminhar ao tentar me exercitar em um parque e aí acendeu um alerta que me fez mudar”, conta.

Barreiras destruídas

Por causa da vergonha que sentia do próprio corpo, o jornalista tentava se esconder de várias maneiras. “Jamais tirava a camisa. Fazia de tudo para não me enxergarem. Na frente de mim eu colocava o bom humor, as habilidades profissionais. Várias barreiras para não verem só o cara gordo”, desabafa. “Era uma forma de defesa. No fundo, tinha uma vergonha enorme de um problema que eu não tinha mais controle”, acrescenta.

Além de cansaço ao caminhar e dificuldade de autoaceitação, Jorge sofria com alteração de pressão, dores nas articulações e apneia do sono – ele roncava muito. Vendo que a situação estava saindo do controle, procurou profissionais capacitados e começou o complicado processo de mudança hábitos.

“A fome foi um grande obstáculo. Eu sentia dor física, tontura, náusea. Os primeiros 21 dias foram bem tensos, mas a minha vontade de mudar e experimentar ser uma nova pessoa eram bem maiores”, fala o jornalista.

Adaptando-se a nova realidade

Aliado a uma nova alimentação, Jorge começou na academia, e essa foi outra grande batalha. “Não tinha roupa para treinar e nada cabia em mim. Fui a uma costureira e mandei fazer uns shorts número 60 para poder treinar. A academia não é um ambiente onde a pessoa com obesidade se sinta bem e comigo não foi diferente. Eu me sentia um ET, literalmente”, revela.

Além de melhorar aumentar a estima, Jorge sentiu os benefícios de emagrecer na saúde
Arquivo pessoal
Além de melhorar aumentar a estima, Jorge sentiu os benefícios de emagrecer na saúde


Na primeira semana, ele chegou a ter febre por sentir muita dor muscular, mas isso não o impediu de continuar, pois colocou na cabeça que só ele poderia mudar aquela situação. “Pensava em todos os ‘nãos’ que a vida me deu. Transformei o negativo no combustível para a minha mudança”, afirma.

Leia também: Após passar dos 180 kg, personal trainer relata luta para perder peso e dá dicas

Um fator determinante para que o jornalista conseguisse emagrecer está relacionado a mudança de mentalidade. A comida deixou de ser o centro da vida dele e, com isso, foram surgindo outras paixões inusitadas, como correr. “Descobrir que existe vida sem ter que estar sempre comendo foi fundamental. Eu já sabia o sabor do brigadeiro, agora queria saber o sabor de entrar em uma calça da moda. Esse tipo de mentalidade me fez segurar firme”, conta.

Colhendo os benefícios

Aos poucos, ele foi deixando de ser um cara sedentário e passou a frequentar a academia cinco vezes por semana. Começou caminhando apenas 10 minutos por dia, pois era o que conseguia, mas atualmente já corre 8 km com tranquilidade. Também conseguiu se adaptar à nova alimentação - ele se sente feliz por comer de forma saudável e faz questão de ir à feira escolher as próprias frutas e verduras.

“Todos os hábitos saudáveis são gestos de amor por mim. Me cuido porque me amo. Esse era o cara que mal se olhava no espelho e hoje encara a vida e todos de frente. Tudo mudou, o mundo me enxerga”, diz Jorge entusiasmado.

Antes ele vestia só o que servia e ao emagrecer teve que aprender a escolher as próprias roupas
Arquivo pessoal
Antes ele vestia só o que servia e ao emagrecer teve que aprender a escolher as próprias roupas


O jornalista conta que precisou aprender a escolher as próprias roupas, porque antes vestia apenas aquilo que servia, também teve de aprender a dizer “não”, porque, com medo de ser ainda mais rejeitado, só dizia “sim”. “Com muito choro e dores eu renasci aos 31 anos. Até minha vida profissional mudou. Hoje, eu uso a minha faculdade de jornalismo para levar informação sobre dieta e saúde para quem me segue no blog”, conta.

Reflexos na saúde

Com todas essas mudanças, ele passou a se aceitar e enxergar a vida de outra forma, mas isso aconteceu não apenas pelo fato dele ter emagrecido, mas porque descobriu a força que existe dentro de si mesmo durante esse difícil processo de emagrecimento.

A saúde do jornalista também agradece. Agora ele dorme melhor, parou de roncar, não tem mais apneia do sono, a pressão está excelente, o condicionamento físico é quase de um atleta e todos os exames que realizou tiveram resultados bem positivos. “Eu estou muito feliz, única coisa que faria seria uma plástica na barriga para tirar a flacidez. Mas, para quem eliminou mais de 80 kg, isso é coisa pouca”, ressalta.

Estabelecer meta palpável

Se você está acima do peso, o primeiro passo é estabelecer uma meta palpável, como a de eliminar primeiro 10% do seu peso, sugere o rapaz. “Metas palpáveis são essenciais, porque as chances de fracasso são quase zero. Logo sua saúde já melhora muito e aí acontece outra coisa muito boa: você passa a enxergar, de novo, que você é capaz. Você acende a chama da esperança no coração de quem por muito tempo não tem fé em si próprio”, relata Jorge.

Leia também: Para realizar sonho de ser soldado, jovem consegue emagrecer 41 kg em 3 meses

Ter motivação é fundamental para conseguir obter sucesso nessa luta contra a balança, sabendo isso, o jornalista aceitou ser embaixador de uma ação chamada “Desafio 10% – troque 10% do seu peso por mais saúde na sua vida” que faz parte de uma campanha de combate à obesidade. “Nunca desista de você. Fracasse, mas em seguida erga a cabeça e recomece, por mais que o mundo todo não acredite mais em você”, finaliza.

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.