Tamanho do texto

"Esperei um longo tempo para o caso da professora de dança aparecer, mas acabei decidindo pular no palco e ajudá-la", diz o britânico Michael Hicks

O britânico Michael Hicks, de 34 anos, foi o super-herói da filha Amelia Hicks, de quatro anos, durante uma apresentação de dança. Envergonhada, a garotinha que passou um ano ensaiando a coreografia teve um surto de medo durante o ato. Para encorajá-la, em mais um caso de pai ajuda a filha subindo em um palco, o pai a pegou no colo e tentou acompanhar o restante da dança.

Leia também: Pai decide fazer aulas de balé com a filha para ficar mais tempo com ela

Pai ajuda a filha de apenas quatro anos durante apresentação de dança, a menina ficou com medo da plateia
Reprodução/Facebook - Diamond 9 Productions
Pai ajuda a filha de apenas quatro anos durante apresentação de dança, a menina ficou com medo da plateia


Segundo informações do site britânico “Kent Online”, tudo começou bem, mas ao encarar a multidão, Amelia ficou totalmente estática, até que caiu no choro durante a apresentação de dança . Foi então que Hicks entrou em ação, subiu no palco e ajudou a filha a enfrentar seus medos dançando junto com ela. Isso mesmo, ele abriu caminho pela plateia e se juntou às crianças que estavam no palco sem medo dos possíveis julgamentos.

O britânico, que vive com a esposa Hayley e as filhas, Chloe e Amelia, afirma que, na hora, os instintos paternais falaram mais alto. “Esperei um longo tempo para o caso da professora de dança aparecer e fazer algo, mas acabei decidindo pular no palco e ajudá-la”, lembra.

Leia também: Pai não encontra fraldário, troca filha no chão, fica revoltado e faz post viral

O pai conta que depois conversou com a filha, e ela explicou o que aconteceu. “Foi o primeiro show ao vivo de Amelia, e ela me disse que percebeu que todos estavam olhando para ela, simplesmente congelou. Então, eu disse que era apenas mais uma dança e a aconselhei fingir que as apresentações fossem como uma aula normal”, diz.

Atitude do pai na apresentação de dança foi reconhecida 

O pai foi abrindo caminho pela plateia, quando viu a menina chorando, subiu no palco e fez a dança junto com ela
Reprodução/Facebook - Diamond 9 Productions
O pai foi abrindo caminho pela plateia, quando viu a menina chorando, subiu no palco e fez a dança junto com ela


O momento foi filmado e está fazendo sucesso. Lucy Barry, diretora do Flair School of Dance, escola em que Amelia estuda dança , declarou que o momento foi fantástico. "Somos uma escola inclusiva, e este é um ótimo exemplo de que passamos uma sensação de bem-estar que permite que os pais se sintam à vontade para subir no palco e ajudar. Acabamos de comemorar 15 anos e nunca presenciamos um momento como esse”.

Os outros pais entenderam a situação e não se incomodaram com o fato de um adulto invadir a dança das meninas. “Eles [os pais] foram brilhantes. Eu pedi desculpas, pois não queria desviar a atenção deles de seus filhos, mas eles me disseram que teriam feito o mesmo”, afirma Hicks.

Leia também: Militar acompanha nascimento da filha por vídeo e emociona redes sociais

As pessoas que presenciaram o momento alertaram o pai de que ele poderia virar uma sensação na internet. O britânico entende a situação é inusitada, mas acredita que essa exposição pode se tornar embaraçosa para a filha quando ela for mais velha.

Outro pai já havia ajudado filha em apresentação de dança 

Quando Bella, de dois anos, começou a chorar no palco, o pai da menina, Marc Daniels, decidiu se juntar ao grupo
Reprodução/Facebook/In Motion School of Dance
Quando Bella, de dois anos, começou a chorar no palco, o pai da menina, Marc Daniels, decidiu se juntar ao grupo


Essa história é parecida com a de outro pai britânico. Marc Daniels também subiu no palco durante a apresentação de balé da filha, também de quatro anos de idade, enquanto segurava a filha mais nova, de seis meses. No vídeo que viralizou, o pai ajuda a filha que estava chorando durante uma apresentação de dança. A atitude dele ganhou grande repercussão nas redes sociais e na imprensa internacional, confira ao clicar aqui .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.