Tamanho do texto

Depois de diagnosticar os sintomas da depressão, é preciso embarcar numa dura luta pela recuperação - e se manter em forma pode ser o caminho

Sim, existem algumas boas razões para combater os  sintomas da depressão - ou quaisquer outros problemas psiquiátricos que você esteja enfrentando agora - por meio da prática de exercícios físicos, e depois de ler esse texto você vai entender porquê isso é verdade.

Dando adeus aos sintomas da depressão

A depressão pode ser um mal paralisador. Mas é preciso ter força para se levantar e expulsar os sintomas da depressão
Pixabay
A depressão pode ser um mal paralisador. Mas é preciso ter força para se levantar e expulsar os sintomas da depressão

Para os homens, o diagnóstico dessa doença pode ser uma tarefa difícil. E mesmo depois de descobertos, os sintomas da depressão não vão embora num piscar de olhos.

Transtornos mentais como depressão e ansiedade são muito comuns no mundo. Tão comuns que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), até 2020, a depressão será o maior motivo de afastamento do trabalho no planeta.

Na Inglaterra, por exemplo, de acordo com o The Sun, 75% dos suicídios são cometidos pelos homens - uma estatística alarmante sobre a saúde mental masuclina. E quando o assunto é depressão, o Brasil lidera o ranking atualmente, com 5,8% da população total (aproximadamente 12 milhões de brasileiros) sendo diagnosticada com a doença. 

Mas nem tudo está perdido. Segundo com informações do jornal britânico, cientistas do Black Dog Institute descobriram que uma hora de algum exercício físico por semana pode ajudar não só a combater, como também a prevenir a depressão.

Uma das razões para mergulhar de cabeça nessa onda, por mais difícil que seja, são os benefícios que sair ao ar livre , por exemplo, trazem para a nossa mente. O jornal ainda cita um estudo de 2017, que descobriu que pessoas que moram próximas a áreas verdes têm menor probabilidade de se tornarem obesas ou de dependerem de antidepressivos.

Faça exercícios, conheça pessoas

Coisas simples e rotineiras, como sair para caminhar ou correr bastam para prevenir e combater os sintomas da depressão
Pixabay
Coisas simples e rotineiras, como sair para caminhar ou correr bastam para prevenir e combater os sintomas da depressão

Outra coisa que o The Sun aponta é a oportunidade única que os exercícios te darão de se conectar com outras pessoas, já que um dos agravantes de uma saúde mental precária é justamente a solidão.

Diversos aplicativos hoje em dia permitem que você saia para uma caminhada ou pratique exercícios com outras pessoas, como o Nike Running e Training Club , ou, como recomenda o jornal britânico, o RunTogether e o Rabble .

Mas não são apenas aplicativos: grupos como o Run Talk Run , de alcance global, têm como objetivo oferecer apoio àqueles que querem um espaço seguro para caminhar e bater um papo.

Passando o tempo e ganhando confiança

Os exercícios físicos podem substituir os sintomas da depressão pela sensação de bem-estar e auto-confiança
Pixabay
Os exercícios físicos podem substituir os sintomas da depressão pela sensação de bem-estar e auto-confiança

Fora essa oportunidade, exercitar-se é uma ótima forma de passar o tempo. Embora existam outras formas de se entreter, as atividades físicas são muito eficazes em liberar dopamina (hormônio diretamente ligado à sensação de bem-estar ) no seu organismo.

Se isso ainda não te deixou convencido, entrar em forma vai ajudar a melhorar sua auto-estima, dando a você um importante impulso de confiança. 

O psicólogo esportivo Victor Thompson contou ao The Sun que esse fenômeno ocorre porque os exercícios físicos, ao soltarem os opióides endógenos ("hormônios da felicidade", nas palavras do médico), mostram a nós que somos uma prioridade que vale a pena.

E para fechar com chave de ouro, essa confiança regenerada pode até, quem sabe, te dar o empurrãozinho que precisava para procurar por mais ajuda e resolver de vez seus conflitos internos e dar um adeus definitivo aos sintomas da depressão .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.