Tamanho do texto

Cirurgiã vascular fala sobre os tipos de tratamentos indicados para cada caso e quais os cuidados que você deve ter para poder prevenir esse problema

Diz a lenda que as varizes são uma inconveniência que só atormenta as mulheres, porém isso não é verdade. No último ano houve um aumento de 30% na procura de tratamento para homens. Geralmente esse problema aparece entre os 30 e 40 anos, e a boa notícia é que dá para prevenir e tratar esse incomodo.

Leia também: Lipoaspiração cai no gosto dos homens e pode ajudar a definir o abdômen

Aumenta a procura de homens por tratamento de varizes
shutterstock
Aumenta a procura de homens por tratamento de varizes


Varizes são veias dilatadas e tortuosas que perderam sua função, causando danos estéticos e danos circulatórios. Quem sofre com isso sente dor, inchaço, câimbras, tem manchas nas pernas e comprometimento estético”, explica a cirurgiã vascular, angiologista e membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular Aline Lamaita.

Estudos indicam que 30% dos homens vão desenvolver esse problema ao longo da vida, e a especialista afirma que essa é uma porcentagem bem mais baixa comparada a das mulheres. Entretanto, no público masculino essa doença costuma se apresentar de forma mais avançada, ou seja, ao identificar algo diferente na perna o ideal é consultar  logo um médico.

“Como os homens têm menos sintomas do que as mulheres, como dor nas pernas, inchaço e queimação, eles precisam ficar atentos a outros sinais como veias saltadas em excesso, manchas escuras nas pernas e vasinhos nos tornozelos. Todos esses podem ser sinais de problema circulatório”, alerta Aline.

Prevenção

É possível prevenir que as varizes apareçam. Para isso, a especialista aconselha fazer atividades físicas regularmente, cuidar da alimentação e controlar o peso, evitar o sal por causar retenção de líquido, beber muita água e não exagerar na academia porque isso pode ocasionar uma tensão nos vasos sanguíneos.

Fora isso, levante a perna sempre que puder durante o dia para facilitar a circulação, não fume – o cigarro não faz mal apenas para o seu pulmão – e use meias elásticas, pois elas pressionam os pés e o tornozelo, ajudando o sangue a subir.  

Leia também: Já pensou em usar botox no saco escrotal? Tratamento custa R$ 13 mil

Tratamentos

Há várias opções para acabar com o problema. Os vasos superficiais, por exemplo, podem ser tratados a laser, com um procedimento chamado escleroterapia, ou com tratamentos combinados.

Quando o problema está na veia safena, a cirurgiã diz que é usada uma técnica chamada termoablação, realizada através de uma fibra óptica introduzida por punção, sem cortes. A vantagem é que, nesse caso, não é necessário o afastamento das atividades por vários dias.

“Já casos muito avançados da doença podem ser tratados com espuma densa, onde uma substância é injetada na veia, causando sua oclusão”, relata Aline.

Procurando ajuda

Os homens estão mais vaidosos e como deixaram os preconceitos de lado, passaram a buscar de forma mais significativa os tratamentos estéticos . “Ele estão mais preocupados com a qualidade de vida e longevidade, portanto, a medicina preventiva passou a fazer parte de sua rotina, e com isso, o check-up vascular passou a ser um item importante para os homens com antecedentes familiares”, afirma a cirurgiã.

Leia também: Cirurgia plástica ganha espaço entre os homens; veja os procedimentos

Está claro que além da questão estética, cuidar das varizes é importante para saber se esses sinais não estão indicando algum outro problema de saúde. Portanto, se você percebeu que as pernas estão com um aspecto diferente, procure um especialista e veja qual é a melhor opção para se livrar desse incomodo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.