Tamanho do texto

Com quase 210kg, Zach Moore acredita que sua vida estava chegando ao fim

Um americano que pesava quase 210kg chegou a gravar um vídeo de despedida para o filho de oito anos quando sentiu que seu peso o mataria logo. Felizmente, hoje, Zach Moore tem uma visão mais positiva sobre seu futuro. O pai conseguiu emagrecer incríveis 170kg e não sente mais que pode morrer a qualquer momento.

Leia também: Cansado de bullying, jovem "magrelo" se torna fisiculturista de sucesso

Antes de emagrecer, o americano Moore era viciado em comida e tomava ao menos 2 litros de refrigerante por dia
Instagram/mmazach/Reprodução
Antes de emagrecer, o americano Moore era viciado em comida e tomava ao menos 2 litros de refrigerante por dia

A mudança no estilo de vida começou após ele ser internado por envenenamento alimentar em 2013. Moore, de 36 anos, percebeu que ele precisava mudar de vida para continuar ao lado da esposa, Amber, de 30, e do filho. Foi o fim do cigarro, das bebidas efervescentes e do açúcar para o homem que era viciado em comida e ingeria tudo o que via pela frente. Para completar, o americano também passou por uma cirurgia para emagrecer.

Leia também: Foto de homem em supermercado viraliza e ensina como ser um cavalheiro

Mas a cirurgia bariátrica não foi a única responsável pela transformação no corpo e na vida do americano. Como ele sabia que devia incluir uma atividade física na rotina, passou a andar 10 mil passos por dia. Hoje, ele também faz musculação e cuida para manter uma alimentação balanceada.

Dificuldades

Todo o processo de emagrecimento foi compartilhado por Moore em sua página no Instagram. Pelas fotos, é possível perceber que, ao emagrecer 158kg, o excesso de pele se tornou um novo problema para o pai. A aparência nem foi o principal incômodo, já ele sofria também com feridas, infecções e dificuldade para se mover.

Leia também: Sete atitudes de homens desconhecidos que assustam as mulheres

Ao todo, Moore precisou de dez cirurgias para remover todo o excesso e, agora, está aliviado de ver seu corpo completamente transformado. “No vídeo de 2013, eu li uma história para meu filho, porque acreditava que seria meu último Natal com minha família. Eu realmente achei que minha vida estava caminhando para o fim”, disse em entrevista ao site do “Daily Mail”. “Eu praticamente comia para morrer, mas, ao invés disso, encontrei forças e trabalhei muito duro para chegar onde estou hoje.”

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.