Tamanho do texto

Especialista explica quais são os benefícios desse suplemento, sua composição, quando é indicado e também quando ele deve ser evitado

Um dos suplementos mais conhecidos de quem faz musculação é o Whey Protein. Ele pode, sim, ajudar no ganho de massa muscular, mas antes de incluí-lo na dieta é preciso ter alguns cuidados. 

Leia também: Suplementos alimentares ajudam ou são prejudiciais? Especialista explica

O Whey Protein é um dos suplementos mais conhecidos por quem faz academia e quer ganhas massa muscular
shutterstock
O Whey Protein é um dos suplementos mais conhecidos por quem faz academia e quer ganhas massa muscular


Geralente, o Whey Protein é derivado do leite e serve para repor a proteína no organismo. Para entender os benefícios e riscos do produto, Karen Cunha Pachón, médica especialista em medicina do esporte e de atividade física, explica todos os detalhes ao Deles .

A especialista começa falando que assim como o leite evoluiu e ganhou diversas variações para atender as necessidades dos consumidores, a mesma coisa aconteceu com esse suplemento. “Por conta da tecnologia, é possível encontrar aquilo que você precisa. Por exemplo, se a pessoa tiver alguma intolerância, é possível escolher um mais isolado ou hidrolisado, pois possuem apenas a proteína do leite, o restante dos componentes dele não”, explica.

Essa parte proteica, utilizada no suplemento , ajuda o músculo na ativação de todas as vias metabólicas. Isso é importante porque, durante um treino na academia, micro lesões são causadas nos músculos e, quando eles se regeneram, os músculos crescem um pouco. Para essa regeneração a proteína é fundamental, por isso, o Whey é indicado pelos especialistas.  

O interessante é que ele não serve apenas para quem está em busca de um corpo musculoso, Karen fala que, hoje em dia, esse suplemento é utilizado no tratamento de várias doenças. “Estudos mostram que ele pode ser muito útil para pacientes que precisam de acompanhamento dietético e também para doenças musculares, degenerativas e até cognitivas. Resumindo, várias pesquisas provam a importância desse suplemento.”

Quando o Whey é indicado?

O Whey é indicado para pessoas que precisam repor proteína no corpo, caso contrário não é necessário seu uso
shutterstock
O Whey é indicado para pessoas que precisam repor proteína no corpo, caso contrário não é necessário seu uso


A indicação clássica é para o homem que faz exercícios físicos e mantém um treinamento regular, pois ele acaba precisando acrescentar um pouquinho mais de proteína na dieta. “É muito bom para um pós-treino. Porém, há inúmeras formas de indicação do Whey, às vezes, pode ser indicado para uma pessoa que não treina muito ou que é sedentária e não consegue alcançar o mínimo de proteína necessária”, explica a médica.

Leia também: Treino trabalha corpo todo, queima gordura e ajuda a ganhar massa; aprenda

São muitos os benefícios desse suplemento, mas antes de usar é preciso saber se ele realmente necessário. “É importante procurar um médico para ver se não tem nenhuma contraindicação do ponto de vista orgânico como, por exemplo, um problema cardiológico ou renal, mas, no geral, é um suplemento bem tranquilo de utilizar”, garante.

Composição varia e Whey vegano já existe

Existem diversos tipos de Whey e é preciso ter claro o que realmente precisa para poder fazer a melhor escolha
shutterstock
Existem diversos tipos de Whey e é preciso ter claro o que realmente precisa para poder fazer a melhor escolha


A composição clássica desse suplemento é basicamente proteínas que passam por um processo de purificação, sendo que algumas ficam mais puras que as outras. Karen explica que nesse processo são tirados, em vários graus, a gordura, os carboidratos e a parte alergênica e inflamatória do leite.

“As marcas costumam variar muito as composições dos suplementos porque podem ser adicionados neles vitaminas, alguns minerais funcionais ou algo que o enriqueça.”

Até a fonte de proteína também já é diversificada. “Esse produto foi melhorando e as formas de produção se aprimorando. Temos suplementos com proteína extraída da carne, por exemplo, e o processo para isso é parecido com o que é feito com o leite.”

Outra novidade é que já existem versões veganas desse produto, em que a proteína é extraída de vegetais. “É algo interessante para quem não come nada derivado de animal”, ressalta Karen.

Mesmo possuindo diversas opções desse suplemento, a médica enfatiza que não é indicado utilizá-lo por conta própria, pois é necessário avaliar a condição metabólica da pessoa para saber a quantidade exata que deve ser usada por dia.

Benefícios vs Malefícios

O Whey tem muitos benefícios, mas se for utilizado sem orientação médica pode trazer riscos para a saúde
shutterstock
O Whey tem muitos benefícios, mas se for utilizado sem orientação médica pode trazer riscos para a saúde


Como já foi citado, o principal benefício desse suplemento é a ativação da síntese proteica do músculo, mas, paralelo a isso, ele também tem um efeito interessante na imunidade. “Alguns suplementos aumentam o efeito dinâmico do alimento, ou seja, faz com que a resposta metabólica seja melhor. Vemos esses efeitos em pessoas saudáveis e em pessoas doentes que ingerem essa proteína no dia a dia. É como um agregador da dieta.”

No geral, o principal efeito colateral é sobrecarga renal, principalmente nas pessoas que não se hidratam direito. Isso acaba se tornando ruim não só para o rim como para outros órgãos do corpo. “Os riscos são relativamente baixos quando o homem toma o suplemento nas doses adequadas, mas se as doses ingeridas estão muito acima do que é indicado há uma sobrecarrega proteica”, alerta Karen.

Em que casos o Whey pode fazer engordar?

Quando a pessoa toma Whey sem necessidade há um excesso de proteína e isso pode fazer ela engordar
shutterstock
Quando a pessoa toma Whey sem necessidade há um excesso de proteína e isso pode fazer ela engordar


Uma dúvida comum é saber se é preciso parar de tomar Whey quando se deixa de treinar regularmente. A médica ela explica que a função do suplemento é repor a quantidade de proteínas diárias no corpo, independente se pessoa treina ou não. 

“Quem não se exercita e não tem problema de saúde e mesmo assim inclui suplemento na dieta corre o risco de engordar, pois é como se você estivesse aumentando as calorias do corpo”, explica Karen. “O aumento calórico, independente se é proveniente de proteína, gordura ou carboidrato, pode fazer a pessoa ganhar peso, por isso, é preciso ajustar na dieta a quantidade de proteína necessária para evitar exageros”, completa a médica.

Alertas sobre o produto

O indicado é sempre tomar Whey com um auxilio médico, pois tomar por conta própria pode ser algo arriscado
shutterstock
O indicado é sempre tomar Whey com um auxilio médico, pois tomar por conta própria pode ser algo arriscado


Comprar esse produto por conta própria não é indicado, pois sua composição varia muito e existe uma série de combinações para atender a diversos objetivos – como ganhar músculo, hipertrofiar ou para compor uma dieta equilibrada. 

E falando em dieta, outro alerta é que não basta fazer musculação e tomar o suplemento para "crescer". Também é preciso seguir uma dieta associada a isso para realmente ter ganhos efetivos e notáveis. “É preciso ter certeza que o suplemento vem para somar na sua dieta, com uma composição adequada. Caso contrário, pode engordar e sobrecarregar os órgãos devido ao excesso de proteína”, afirma a especialista.

Leia também: Conheça 5 pontos essenciais para o ganho de massa muscular

Também existem muitos mitos sobre esse suplemento, principalmente porque antes ele vinha acompanhado de outras substâncias para fazer o músculo crescer mais rápido. Entretanto, isso mudou e os produtos estão mais puros e precisam atender a muitas exigências para ser comercializado no Brasil. Por isso, Karen diz que é preciso ficar atento às marcas e contar com um profissional para não tomar Whey sem necessidade.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.