Tamanho do texto

"Provavelmente, eu vou continuar comendo até que eu esteja morto. Eu acordo por volta de meio-dia, imediatamente procuro o que vou comer e depois é só TV, videogame e cama", afirma o americano Casey Kingm

O americano Casey Kingm, de 34 anos, vive no estado da Geórgia e virou notícia em um programa do canal de televisão TLC por levar um estilo de vida baseado em jogos online e muita comida. Com obesidade mórbida, ele pesa cerca de 317 kg e passa o dia todo pelado jogando videogame e comendo coisas nada saudáveis.

Leia também: Perder peso é possível! Eletricista emagrece 60 kg em apenas 4 meses

Casey Kingm sofre de obesidade mórbida por pesar mais de 300 kg e passar o dia comendo e jogando videogame
Reprodução/TLC
Casey Kingm sofre de obesidade mórbida por pesar mais de 300 kg e passar o dia comendo e jogando videogame


Em entrevista ao programa “Family by the Ton”, que acompanha pessoas com obesidade mórbida que precisam perder peso urgente, Casey deixa claro: “Provavelmente, eu vou continuar comendo até que eu esteja morto. Eu acordo por volta de meio-dia, imediatamente procuro o que vou comer e depois é só TV, videogame e cama – não há muita atividade”.

Por conta do clima quente da Geórgia, o americano prefere passar o dia sem roupa, usando apenas um fone de ouvido, que ele usa para conversar com outros jogadores que estão online. Casey, que está desempregado, explica: “Eu sento nu, o mais livre possível, e ninguém me incomoda – se a porta está fechada, eu fico bem”.

Leia também: Em 6 meses, homem perde peso e define o corpo com exercícios rápidos

Os jogos online acabam sendo uma forma de escape da realidade, já que Casey não se sente aceito. Por não ter que aparecer, o videogame acaba trazendo certa segurança para ele. “Sou aceito em todos esses mundos de realidade virtual e no mundo dos jogos em que estou jogando. Ninguém me vê”, afirma demostrando a insatisfação que sente com sua aparência.

Obesidade mórbida começou na infância

Casey era uma criança gordinha, na adolescência ganhou mais peso e adulto não consegue deixar a obesidade mórbida
Reprodução/TLC
Casey era uma criança gordinha, na adolescência ganhou mais peso e adulto não consegue deixar a obesidade mórbida


Voltando ao passado, Casey lembra que sempre foi uma criança gordinha e durante a adolescência acabou ganhando muitos quilos, pois trabalhou em alguns restaurantes e sempre se esbaldava na cozinha. Ele foi engordando e, logo, o excesso de peso fez com que tivesse dificuldade para conseguir trabalhar, acabou sendo demitido e também expulso de casa pela sua mãe.

Sem rumo, o único lugar para onde ele poderia ir era para a casa de seu pai, Danny, e foi para lá que ele foi. O problema é que Casey não parou de comer e seu estado se tornou crítico. “Basicamente, a única coisa que me faz feliz é a comida. Então, nós [ele e o pai] comemos como reis, mas da pior maneira”, diz o americano que se alimenta de pizzas, frango frito, comida japonesa e diversos outros tipos de fast food.

Por conta do excesso de peso, Casey chegou a ficar preso algumas vezes no banheiro e, para conseguir tomar banho, o pai dele precisou comprar uma espécie de caixa d’água de metal para ele conseguir entrar dentro e se limpar melhor sem medo de ficar preso no box.  

Para conseguir tomar banho, Casey não pode usar o banheiro por conta da obesidade mórbida, então se banha em uma bacia
Reprodução/TLC
Para conseguir tomar banho, Casey não pode usar o banheiro por conta da obesidade mórbida, então se banha em uma bacia


“Eu estou em um tamanho tão grande que preciso que meu pai me ajude a fazer coisas que nenhum pai quer fazer quando o filho está na casa dos 30 anos”, fala Casey que não consegue, por exemplo, se limpar após usar o banheiro por não alcançar suas nádegas.

Leia também: Obesidade influencia na produção e qualidade do esperma, diz estudo

Esse caso de obesidade mórbida mostra que a batalha contra a balança é extremamente difícil e os problemas com a imagem podem fazer com que a pessoa não se sinta motivada a mudar e queira apenas se esconder. Agora, o programa vai tentar ajudar Casey a levar uma vida mais saudável. Será que ele vai conseguir?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.